• Renata Soares

Entenda o que é uma Persona e como ela pode auxiliar sua empresa


Você provavelmente já ouviu falar em público-alvo, que trata da quantidade de pessoas que seu produto ou serviço pretende atingir. Entender os desejos e características daqueles que irão buscar o que a empresa oferece é fundamental para alinhar o desenvolvimento de produtos com a expectativa e a satisfação dos clientes. Para isso, ter uma persona pode ser uma ótima ferramenta.


E então, o que é a persona? E o que a diferencia do público-alvo?


O público-alvo é a parcela ampla e pouco caracterizada da sociedade, logo, são atribuídas características gerais, que deveriam ser únicas, para um mesmo grupo de pessoas.

Já a persona é a construção de um personagem humanizado, com características mais especificas, sendo colocado como um cliente ideal de uma empresa. Ela é baseada em dados reais sobre comportamento e características demográficas dos seus clientes, assim como uma criação de suas histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações.

Diante disso, é perceptível a diferença entre público-alvo e persona: enquanto o primeiro abrange muitas personalidades, a persona tenta focar um perfil comum dentro do público-alvo, para que de uma forma rápida você possa encontrar todos os dados que precisa pra construção do planejamento de marketing em um personagem fictício, e saber exatamente o que atender.

A criação de personas é vista como um passo fundamental dentro de uma estratégia de Marketing Digital, pois as criamos com o objetivo de enviar a mensagem certa para as pessoas certas e, assim, ter maiores chances de sucesso em vendas.


Mas afinal, como eu posso construir uma persona?


Se sua empresa já possuir um público-alvo ou uma base de clientes, esses são lugares ótimos para começar a análise para a construção da persona. Mesmo que encontre perfis diferentes de clientes que consumam seu produto ou serviço, alguns deles tendem a exemplificar a sua persona.

Para o desenvolvimento da persona, é necessário detalhar o perfil do cliente, para que ela ganhe forma, e utilizar algumas características como: nome fictício, sexo, idade, ocupação, nível de escolaridade e objetivos próprios.

A partir daí, a persona poderá responder quaisquer perguntas que o comerciante fizer a respeito de seu plano de marketing, como por exemplo, “Será que ele utilizaria determinado produto? ”. Além disso, possuir o perfil fictício ideal de cliente facilita a adaptação às novas tendências do mercado, tornando o comércio sempre preparado às mudanças.


A construção da persona auxilia de diferentes formas a empresa que busca atingir com eficiência seu cliente ideal. Minimizando custos com planejamento de marketing, a persona facilita o estabelecimento de metas e objetivos dentro das divulgações da empresa.

Mesmo com todas as vantagens da persona, o perfil da empresa e dos produtos que ela oferece também devem ser levados em conta para decidir se é mais eficiente criar uma persona ou só definir um publico-alvo.


Viu só como a criação de uma persona pode ser extremamente benéfica para o seu plano de marketing e para a divulgação assertiva dos produtos e serviços que você oferece? Se mesmo depois da explicação dada neste post você ainda tem dúvidas sobre como criar uma persona, você pode procurar uma empresa de consultoria para te auxiliar. As empresas júniores são ótimas opções para esse tipo de serviço: clique aqui para entender as vantagens de se contratar uma JR.

Não esqueça de comentar o que achou do post, e de continuar nos acompanhando, pois, semana que vem tem mais novidades para você conferir :)

#Marketing #Inovação #EmpresaJúnior #EPPENJR #Sucesso

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo