• Lidiane Marques

Liderança Feminina



A liderança das mulheres nas organizações cresceu bastante nos últimos anos mas de acordo com o estudo Women in Business 2015, realizado pela Grant Thornton, 57% das empresas brasileiras não possuem mulheres em cargos de liderança, ou seja, ainda está longe de ser considerado algo igualitário. Também de acordo com a pesquisa o Brasil é o terceiro país que menos promove mulheres no mundo.


Segundo Mônica Herrero, CEO da Stefanini Brasil, as empresas preferem preencher a vaga de liderança com pessoas parecidas com quem ocupava o cargo anteriormente, geralmente optando por outro homem ao invés de uma mulher. Outro problema seria a ideia de que homens são melhores para estarem em posições de liderança pois são ligados a qualidades como firmeza e confiança, características ideais para um líder.


Alguns estudos mostram que mulheres que têm atitudes dominantes costumam ser tachadas de controladoras e com isso suas chances de serem promovidas ou de conseguir o emprego diminuem. Já homens que têm as mesmas atitudes costumam ser vistos como entusiasmados. Ou seja, ainda há muito julgamento nas ações que uma mulher tem, sendo duramente criticada quando toma atitudes que tipicamente são bem vistas quando tomadas por um homem.

Por essas e outras razões é muito importante tomar algumas atitudes que mudem essa ideia de que mulheres não conseguem liderar, primeiramente é necessário conscientizar as pessoas sobre as raízes psicológicas do preconceito em relação à mulher no comando e combater essas percepções.


Aqui temos uma lista de mulheres incríveis que inspiram:


Luiza Helena Trajano - Presidente da Magazine Luiza - Luiza trabalhava como balconista em uma pequena loja de presentes em Franca que foi comprada pelos tios de Luíza, o negócio tinha o nome de Magazine Luiza, em homenagem à tia, Luiza Trajano Donato. Luiza Helena, após se formar em Direito e Administração de Empresas chegou a ocupar diversos cargos na empresa e em 2008 se tornou presidente da rede.


Paula Bellizia - CEO da Microsoft Brasil - Paula além de possuir uma longa experiência na Microsoft, também trabalhou dois anos na Apple Brasil. É uma referência no mercado tecnológico brasileiro e promove maior diversidade no mercado de trabalho. Sob sua liderança a Microsoft implementou a campanha "Meninas Sabem Programar" para que mais meninas passem a participar no mercado de tecnologia.


Daniela Cachich - Vice-Presidente de Marketing da Pepsico - Daniela é considerada a profissional de Marketing mais influente do Brasil. Trabalhou na Heineken durante 6 anos, ajudando a posicionar a empresa de forma consistente com um valor menor do que os da concorrentes. Em 2015, Daniela conquistou o Prêmio Caboré na categoria Profissional de Marketing e em 2016 assumiu a vice-presidência de Marketing na Pepsico.


Zica Assis - Fundadora do Instituto Beleza Natural - Zica começou a trabalhar como babá aos 9 anos e também trabalhou como empregada doméstica e faxineira. A vontade de achar um produto que tratasse seu cabelo crespo e volumoso levou Zica a realizar pesquisas durante 10 anos, inclusive testava em seu próprio cabelo. Aos 33 anos achou a fórmula perfeita e com a ajuda do marido e irmão abriu um salão. Atualmente, Zica comanda o instituto com salões no Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia. O negócio ainda inclui um centro de desenvolvimento técnico e uma fábrica, que cresce 30% ao ano.

#Empreendedorismo #Vendas #Negócios #Mulheres

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo