• Evelyn Neri

NOVOS TEMPOS EXIGEM NOVAS MEDIDAS



A elaboração de um Planejamento Estratégico é ideal para empresas que desejam adquirir uma visão macro sobre o negócio para tomada de decisões assertivas, baseando-se em dados do passado, estabelecimento de uma estratégia presente e direção precisa sobre o futuro.



Mas, afinal, de que forma devemos implementar uma estratégia para gerar resultados de fato?


Como definir um plano para o crescimento do negócio no pós-pandemia? Porque a criação de um Planejamento Estratégico é tão importante?


Aqui vamos responder essas e outras perguntas para que você dê início ao Planejamento Estratégico com o intuito de atingir as expectativas de crescimento da sua empresa, independentemente do porte ou segmento!



No que consiste o Planejamento Estratégico de uma empresa?


O Planejamento Estratégico, de modo geral, pode ser definido como o processo de elaborar uma estratégia detalhada que estruture as etapas e planos de ação empregados para que a empresa alcance os objetivos e concretize sua visão de futuro.


Sabemos que, após um período de crise, os empreendimentos tendem a passar por grandes mudanças para superar as adversidades. Por isso, o P.E. se baseia em dados, estudos e indicadores-chave personalizados para os negócios que desejam se inserir, reposicionar ou melhorar a sua atuação no mercado.


Os principais processos envolvidos são:


  • Alinhamento;


  • Pesquisa e escolha de ferramentas;


  • Análise do cenário empresarial [macro e microambiente];


  • Definição de indicadores-chave;


  • Criação do relatório e planos de ação;


  • Monitoramento através dos indicadores.



Benefícios do Planejamento Estratégico


Além de sistematizar visualmente e estruturar de forma detalhada como o negócio deve proceder para alcançar seus objetivos, o Planejamento Estratégico cumpre ainda outras funções como:


  • Melhorar o aproveitamento dos recursos da empresa, gerando eficiência e economia;


  • Permitir uma visão holística [visão global] do estabelecimento, o que auxilia na identificação de problemas;


  • Monitorar e avaliar constantemente os resultados; Alinhar a equipe em torno de um objetivo maior, potencializando a produtividade;


  • Possibilitar que o gestor se previna de ameaças externas, o que, num mercado cada vez mais competitivo, é vital para a sobrevivência da empresa.



Como elaborar um Planejamento Estratégico assertivo para a sua empresa?


A primeira etapa é conceber o planejamento ao referir sobre o propósito do negócio, quais caminhos serão trilhados, valores a serem perseguidos etc.


Observação: Nesta etapa é comum que os empresários de pequeno porte não tenham clareza sobre todas essas questões. O importante é “dar o pontapé inicial” e, futuramente, aprimorar as definições caso necessário.


Para facilitar o processo, é recomendado definir o MVV [missão, visão e valores] do empreendimento. Para isso, pergunte-se:


  • Qual a principal razão da existência da minha empresa?


  • O que eu pretendo construir para o futuro [curto, médio e longo prazo]?


  • Quais valores e/ou características contribuem para que o meu negócio se destaque no mercado?


Feito isso, realize uma análise empresarial e de cenário para entender melhor o ambiente no qual o seu negócio está inserido.


Macroambiente [externo]: É tudo aquilo que impacta no seu negócio, mas você não tem controle sobre. Aqui, deve ser levado em consideração as ameaças e as oportunidades com as quais a empresa precisará lidar para continuar crescendo.


Microambiente [interno]: É o cenário da empresa que você pode controlar, ou seja, seus recursos, competências, pontos fortes e fracos. Aqui, deve ser levado em consideração os principais fatores internos que impactam no seu negócio.


A matriz SWOT, por exemplo, é uma ferramenta simples que pode te ajudar a entender melhor as forças e fraquezas da sua empresa e, consequentemente, direcioná-lo para um plano de melhoria.



Fase de elaboração


Pergunte-se: Para onde a empresa deseja ir? Quais caminhos são necessários para alcançar esse objetivo? O que eu devo monitorar/metrificar para saber se estou no caminho certo? Etc.


Feito isso, defina os objetivos, as metas e os indicadores.


As metas são tarefas especificas que visam alcançar o objetivo principal, ou seja, elas podem ser compreendidas como subobjetivos [objetivos menores e específicos]. Já os indicadores de


53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo