• O que é o Ciclo PDCA?

O que é o Ciclo PDCA?



O significado da sigla PDCA é: Plan (planejar), Do (executar), Check (checar/controlar) e Act (agir). Essa ferramenta fornece uma sequência lógica e pode aumentar o conhecimento dos gestores, tornando a tomada de decisão mais eficaz (e até mais ágil), por isso é muito utilizada nas empresas como método de análise e solução de problemas. Muitos novos métodos aplicados hoje usam alguns conceitos PDCA, como SCRUM e Design Thinking, o que mostra a relevância e potencial dessa ferramenta.

Além disso, o método visa aumentar a compreensão das pessoas sobre situações específicas. O PDCA é uma ferramenta de qualidade utilizada para o controle de processos, com foco na resolução de problemas, sendo também um método de gestão que tem como foco a melhoria e visa controlar e melhorar continuamente os processos e produtos. Também pode ser chamado de ciclo de Shewhart ou roda de Deming.


Importância Ciclo PDCA


A razão de ser chamado de ciclo é muito simples: são quatro etapas aplicadas ao processo e fechadas para formar um ciclo - ou seja, é contínuo. A ideia de loop é muito simples novamente: é um processo de melhoria contínua. O ciclo PDCA não foi pensado para ser aplicado apenas uma vez em um projeto, mas para ser aplicado várias vezes, ou mesmo aplicado continuamente como parte da estratégia da empresa. Isso porque parte do pressuposto de que o plano não é definitivo e deve sempre ser ajustado e aprimorado (sempre podemos melhorar e aumentar os resultados). Esses ajustes garantem resultados mais fáceis, de melhor qualidade e mais eficientes.


A utilização do ciclo PDCA é importante porque auxilia na identificação rápida e precisa de problemas no processo e na correção das causas dessas falhas, além de auxiliar as empresas na tomada de decisões. Outra vantagem é que o método pode ser aplicado a qualquer processo organizacional. Também contribui com a padronização para que os colaboradores sigam todas as etapas para a execução do processo de forma plena e eficiente. Também ajuda a atingir metas, colaborar com a equipe e trazer resultados positivos para a empresa. Por ser periódico, você pode retomar o processo quantas vezes achar necessário. Você pode melhorar continuamente o processo e descobrir se seu produto ou serviço atende aos requisitos do cliente. Também pode ser usado para implementar novas ideias e implantá-las em todos os níveis da empresa.


As 4 Etapas


Após introduzir e demonstrar a importância do ciclo PDCA, é preciso entender seu funcionamento e saber como utilizar esse método, que é constituído de 4 etapas, que são:

Plan (Planejar)


1. Identificação do Problema - Definir com clareza o problema ou a melhoria desejada e reconhecer a sua importância. Portanto, nessa parte deve-se realizar as seguintes tarefas:

- Definição do problema;

- Histórico do problema;

- Levantamento das perdas atuais;

- Avaliação dos possíveis ganhos;

- Identificação dos principais efeitos.


2. Análise do Fenômeno - Averiguar quais são as características específicas do problema com uma visão ampla. As tarefas que devem ser feitas são:

- Descoberta das características do problema;

- Observação no local;

- Preparo dos documentos.


3. Análise do Processo - Identificar a causa principal do problema. Com as possíveis causas levantadas, pode-se filtrar aquelas que causam maior impacto ao processo, concentrando todos os esforços daqui pra frente na solução desses problemas, e para isso, teremos:

- Definição das causas influentes;

- Escolha das causas mais prováveis;

- Análise das causas mais prováveis.


4. Plano de Ação - Elaborar planos de ação para bloquear os problemas por meio da eliminação de suas causas principais. Para esse fim, duas tarefas precisam ser executadas nesta etapa, e são elas:

- Elaborar estratégia de ação;

- Trabalhar com as causas mais prováveis.


Do (Executar) - As tarefas entram de fato em funcionamento e só resta executá-las de acordo com o plano. Aqui vão algumas orientações para serem aplicadas durante a execução:

- Apresente claramente as tarefas, para não cobrar algo que foi mal explicado;

- Acompanhe e registre os resultados, sendo eles positivos ou negativos;

- Peça a opinião dos operadores e supervisores sobre as alterações, pois eles que executam e acompanham o processo de perto;

- No caso de treinamentos, programe-se para não comprometer as atividades da empresa e transmita a importância dos mesmos.


Check (Checar) - Nessa etapa existem vários pontos que devem ser apurados a fim de verificar se as ações estão sendo realizadas de forma eficiente. São eles:

- Garantia da autenticidade das informações da meta, para que resultados não sejam mascarados;

- Procure converter e comparar os resultados financeiros gerados pela ação;

- Caso seja percebido que os resultados são insatisfatórios, certifique-se de que todas as ações foram implantadas;

- Alteração de algum fator (interno ou externo) pode alterar as características e análises do problema, e consequentemente afetar os resultados.


Act (Agir) - A etapa de ação corretiva ou padronização é fundamental para fechar o ciclo de melhoria. No caso de sucesso, é a etapa que integra os dois ciclos de gerenciamento (melhoria e manutenção dos resultados). Para a última etapa, iremos separá-la em duas partes:


1. Padronização – Após validar as ações executadas, devemos padronizar os ganhos obtidos, e para que os mesmos problemas não retornem e o desempenho futuro decorrente não reduza, sugerimos o uso de ferramentas como o Programa 5S, POP (Procedimento Operacional Padrão), CEP (Controle Estatístico de Processos) e Poka-Yoke.


2. Conclusão – Não se engane em pensar que o Ciclo PDCA encerra-se aqui, pois como o próprio nome diz, esse é um ciclo de melhoria contínua, em que constantemente haverá problemas para serem solucionados ou oportunidades de melhoria para serem exploradas. Desta maneira, quando um ciclo PDCA se encerra, garantindo a permanência dos resultados obtidos, busque solucionar novos problemas em busca de melhorar ainda mais os resultados obtidos.


Quer saber mais sobre o assunto? A EPPEN JR pode te ajudar! Você pode entrar em contato conosco clicando aqui. Ah! Não se esqueça de nos seguir em nossas redes sociais para estar sempre atualizado sobre esse e muitos outros assuntos.

Quer saber mais sobre a gente?

Confira agora nosso artigo "O que é uma Empresa Júnior?"

e nos acompanhe nas redes!

EPPEN JR Consultoria

UNIFESP Osasco

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo